Judiciário

Dono de frigorífico grava irmãos Batista negociando cartel do gado em MT

JBS.jpg
Frigorífico Araputanga entregou ao MPF gravações de áudio e vídeo, que provariam cartel no mercado de compra de gado para abate Isto é Enquanto Joesley Batista gravou políticos e o próprio presidente da República, Michel Temer, seu irmão, Júnior Batista Júnior, foi alvo de uma gravação em que teria combinado a formação de cartel no mercado de frigoríficos. Na reunião, além de Júnior estaria também Joesley Batista. A investigação contra Batista Júnior, conhecido como Júnior Friboi, é um desdobramento do chamado “Cartel dos Frigoríficos”, em que, ainda em 2007, várias empresas foram condenadas ou assinaram acordo com o Cade para encerrar a investigação, uma delas a própria Friboi. Na época, outro irmão Batista, Wesley Batista, pagou R$ 1,37 milhão para encerrar a investigação de cartel contra ele. Júnior Friboi foi um dos fundadores da JBS, assim como Joesley e Wesley Batista, que estão presos. O processo contra Júnior corre desde 2006 no Cade, mas só hoje a superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou ao tribunal do órgão que condene Júnior Friboi. A gravação da reunião com Júnior Friboi é uma das principais provas que embasam a investigação. De acordo com a nota técnica da superintendência, em outubro de 2005 o Frigorífico Araputanga entregou ao Ministério Público Federal de Mato Grosso gravações ambientais de áudio e vídeo, que supostamente provariam a existência de cartel no mercado de compra de gado para abate. Os registros foram gravados pelo proprietário do frigorífico em reunião com representes do Araputanga, Júnior Friboy e Joesley Batista. Em dos diálogos transcritos na nota, Júnior diz: “Nós, o Bertin, o Independência…os três põem o preço do boi em tudo quanto é estado, em tudo quanto é…ó, Mato Grosso do Sul nós (peita) lá, São Paulo”. E segue: “estamos fazendo o preço da do Mato Grosso, e os outros acompanha, ninguém paga mais pra FRIBOI dois real, três real …o Friboi tá pagando, então todo mundo paga cinquenta centavos a mais”. Para a superintendência do Cade, a gravação comprova que Júnior coordenou um cartel de compra de carne de gado bovino para abate com diversos frigoríficos, “com fixação de preços e divisão de mercados, nos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo, com a participação do frigorífico Independência”. Cartel dos frigoríficos De acordo com o Cade, em 2005 a extinta Secretaria de Direito Econômico (SDE), que era na época responsável pelas investigações de infrações à ordem econômica, foi informada da instauração de inquérito policial em Mato Grosso para investigar o cartel comandado por Júnior Friboi já na fase de conclusão do processo administrativo do Cartel dos Frigoríficos. O entendimento da SDE foi de que as novas evidências eram fundamentalmente contra Júnior e seu frigorífico Independência Alimentos, que não estavam sendo investigados no âmbito do Cartel dos Frigoríficos. A SDE então optou pela abertura de um novo processo administrativo para investigar especificamente Júnior e o Frigorífico Independência, que culminou agora na recomendação de punição aos investigados. Em 2007, o Cade condenou os frigoríficos Mataboi, Bertin, Franco Fabril e Minerva por formação de cartel. A Friboi era investigada no mesmo processo, mas assinou acordo com o Cade para arquivar a investigação em troca do pagamento de R$ 13,7 milhões. O Frigorífico Independência, de Júnior, chegou a ser investigado no polo do Cartel dos Frigoríficos, mas a investigação foi arquivada na época por falta de provas. Se condenado, o Independência poderá pagar multa de 0,1% a 20% do faturamento bruto da empresa e Júnior Friboi poderá pagar multas e receber outras penas, como ficar proibido de contratar com instituições financeiras oficiais e de parcelar débitos fiscais, bem como de participar de licitações promovidas pela administração pública por pelo menos cinco anos. A superintendência do Cade recomendou ainda remessa de nota técnica sobre o processo à Procuradoria da República em Mato Grosso e à Superintendência Regional da Polícia Federal em Mato Grosso para que seja examinada a possibilidade de reabertura de inquérito policial que investigou o caso, que já foi encerrado. Outro lado Em nota, o Júnior Friboi nega a prática criminosa e questiona o “timing” da recomendação. “Trata-se de um processo antigo (de 2006), que esteve paralisado na Superintendência Geral do Cade por mais de 7 anos, voltando à tona neste momento de forma infundada e inexplicável”, afirma a nota. Ainda em nota, a assessoria de Júnior Friboi afirma que, ao contrário do que afirma o Cade, ele não participou nem coordenou cartel, “uma vez que sua atuação à frente da JBS, empresa que deixou em 2011, sempre se deu conforme a lei”. “O Cade negou a José Batista Junior o acesso a documentos que o inocentam, mesmo após reiterados pedidos da defesa. Ademais, o Cade não efetuou investigações próprias. O caso foi originado e já devidamente investigado pela Polícia Federal e pela Procuradoria da República do Estado do Mato Grosso e, com base nos mesmos fatos, foi arquivado pela Justiça Federal daquele Estado há 4 anos”, completa o texto.
+ Judiciário

Comente no Facebook

+ Judiciário

Veja Também

MPE, Senai e Conselho da Comunidade promovem cursos de qualificação em cadeia pública, de Nova Mutum

21/10/2017 Judiciário

Quarenta recuperandos da cadeia pública de Nova Mutum, distante 239 Km de Cuiabá, serão qualificados por meio de uma parceria entre o Ministério Público do Estado de Mato Gro...

Leia +

Mãe é presa ao tentar entregar maconha para filho detido em sala de audiência

20/10/2017 Judiciário

Lucélia Vieira de Souza, que não teve a idade divulgada, foi presa em flagrante em Dom Aquino (MT). O filho dela foi apreendido durante uma operação no município.Lucélia Vieira foi...

Leia +

Deputados tentam livrar deputado Fabris da cadeia Justiça nega pedido

19/10/2017 Judiciário

A Assembleia Legislativa impetrou com um agravo no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) para saber por que foi mantida a decisão de que os parlamentares não podem v...

Leia +

Polícia prende acusado de matar vizinho por volume de som no loteamento São Thomé II, no bairro Serra Dourada, em Cuiabá

19/10/2017 Judiciário

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Judiciária Civil, cumpriu na manhã desta quinta-feira (19.10) mandado de prisão temporári...

Leia +

Polícia Militar prende 3 suspeitos que receberiam 480 kg de droga apreendidos em avião em MT

18/10/2017 Judiciário

Tres pessoas foram presas nessa terça-feira (17) suspeitas de terem envolvimento no tráfico de 480 kg de cocaína, transportados em um avião que foi apreendido no final de semana em...

Leia +

Filho teria esfaqueado a mãe após ela flagrá-lo com outro homem mantendo relação sexual em casa.

17/10/2017 Judiciário

O filho adotivo que esfaqueou a mãe na madrugada do último sábado (14) teria cometido o crime por que ela o flagrou em ato sexual com outro homem. De acordo...

Leia +

Quilombolas conseguem suspender reintegração de posse em Mata Cavalo

13/10/2017 Judiciário

Famílias quilombolas que foram despejadas nesta semana na comunidade de Mata Cavalo conseguem reverter situação no Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região em Brasília. A...

Leia +

Corpo de homem é encontrado na zona rural de Vila Rica MT

11/10/2017 Judiciário

O corpo de um homem identificado como Edilomar Cândido foi encontrado na manhã desta terça feira (10), em uma estrada da zona rural que dá acesso ao Assentamento Ipê, aproxim...

Leia +

Ministério Público aciona prefeita Luciane Bezerra de Juara por fraude em licitação

11/10/2017 Judiciário

O Ministério Público do Estado denunciou a prefeita de Juara, Luciane Bezerra, o chefe de gabinete Antonio Batista da Mota, o procurador-geral do Município, Leornardo Fernand...

Leia +

MAIS PEIXES APARECEM MORTOS NO RIO PARIZINHO EM VÁRZEA GRANDE, EMPRESAS ESTÃO POLUINDO O RIO

25/9/2017 Judiciário

...

Leia +

EM PRIMAVERA DO LESTE IDOSO ESTA MORRENDO AOS POUCOS, MESMO COM ORDEM JUDICIAL FAMÍLIA NÃO CONSEGUE CIRURGIA

22/9/2017 Judiciário

Um homem de 63 anos está tentando realizar uma cirurgia por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) para a retirada de cinco hérnias de disco, em Rondonó...

Leia +

Secretário Rogers Jarbas é afastado do cargo e será monitorado por tornozeleira eletrônica

20/9/2017 Judiciário

O delegado Rogers Jarbas acaba de ser afastado das funções de secretário de Estado de Segurança Pública por determinação do Tribun...

Leia +

João Arcanjo Ribeiro deixa Penitenciária Central do Estado para ser ouvido na Justiça Federal de MT

20/9/2017 Judiciário

Arcanjo está de camisa, short e de chinelos. Ele deixou pela primeira vez, desde que chegou a Mato Grosso, na última quinta-feira (14), a Penitenc...

Leia +

Deputado Gilmar Fabris saiu de casa às pressas de pijama e com mala de mão antes da chegada da PF, diz PGR

19/9/2017 Judiciário

Imagens juntadas ao pedido de prisão de Gilmar Fabris (PSD) mostram o parlamentar descendo o elevador de pijama e chinelo, segundo a PGR. A casa dele era um dos endereç...

Leia +

Janot pede prisão de Joesley, Ricardo Saud e ex-procurador

9/9/2017 Judiciário

Pedido motivado pelo áudio dos delatores da JBS será analisado por Fachin, relator da Lava Jato no STF O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ...

Leia +

PJC prende homem que mandou matar jardineiro que assediou a filha

4/9/2017 Judiciário

Homem de 46 anos é preso em Colniza (a 1065 km de Cuiabá) acusado de mandar matar o jardineiro, Odálio Santos da Silva, 46, em Juína (a 735 km da C...

Leia +

MP dá prazo de 180 dias para que Samu seja instalado em Sinop

1/9/2017 Judiciário

 O Ministério Público do Estado (MPE), por meio da 3ª Promotoria de Justiça Cível de Sinop, ingressou com a ação civil pú...

Leia +

Vídeo mostra reunião de Wagner Ramos e filho de Silval; assunto seria propina

29/8/2017 Judiciário

As imagens com políticos cobrando e recebendo propinas pagas pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) continuam sendo divulgadas. O último caso é o do deputado...

Leia +

Falso advogado é preso suspeito de prometer emprego e estuprar 20 mulheres em Cuiabá

29/8/2017 Judiciário

A Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá efetuou a prisão de um  homem suspeito de violação mediante fraude e estupros de cerca de 2...

Leia +

Justiça reduz pena de latrocida que matou estudante de medicina

23/8/2017 Judiciário

Terceira Câmara do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, por unanimidade, diminuiu em 6 anos e 9 meses a pena aplicada ao assassino condenado pelo latrocínio do e...

Leia +